MINISTÉRIO SEMEANDO A PALAVRA DE DEUS

FAMILIA SOBRE NAMORO NOIVADO E CASAMENTO

 

NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO.

 

PARTE I

 

Considerações Gerais

 

Introdução:

 

Deus ao criar o homem e a mulher, deu-lhes todas as condições para serem felizes, meios para sua alimentação e nutrição, ambiente saudável e convivência amiga e condigna para essas criaturas.

Na sua sabedoria, lhes proveu dos órgãos necessários para o desempenho de todas as suas atividades, inclusive a da reprodução de sua espécie, o que lhes deveria proporcionar prazer na sua satisfação dessas funções biológicas, e também pela comunhão moral e espirituais que deveriam presidir essas atividades naturais e normais.

 

SOBRE O NAMORO

 

Varia definições tem sido dadas a “namorar”, como: galanteio, atrair, chamar a atenção.Porém o sentido real de namorar é “inspirar o amor”.

Na atualidade, a palavra namoro tem sido rebatizada com o sentido de brincadeira, divertimento e irresponsabilidade, mas no sentido legitimo, é outro completamente distinto. “O seu sentido nobre é o amor”.

Namoro nada mais é do que uma serie de conversas e entendimentos entre dois jovens de sexos diferentes, que procuram verificar as possibilidades de afinidades para realização de uma união acertada entre eles, para viverem juntos a vida toda. É a fase do conhecimento para o casamento.

O namoro não deve jamais ser um passatempo, mas o inicio da procura de uma companheira ou companheiro para a jornada da vida. Vale a pena lembrar que o jovem cristão deve pedir a confirmação de Deus para o namoro. Se o namoro é a ante-sala do casamento, como seria um namoro sem essa confirmação divina?

Para obter a confirmação divina para o namoro, não é preciso que Deus envie um anjo para dizer que tal namoro agrada ou não a Ele; Nem será necessário buscar com algum profeta uma mensagem favorável ou desfavorável ao namoro. A regra geral é impressa na Bíblia Sagrada. Ela ensina e mostram o caminho para a felicidade conjugal, os princípios que devem reger a vida dos jovens que temem ao Senhor.

A Bíblia conta o que aconteceu quando Eliezer, servo de Abraão, foi buscar uma esposa para Isaque. De acordo com o juramento que havia feito diante do Senhor, ao encontra-la pode dizer : “O Senhor me guiou... “ O Senhor pode e quer te guiar, querido jovem, na busca do teu cônjuge. 

 

SOBRE O NOIVADO

 

O noivado é metade do caminho entre o namoro e o casamento.

Antes de tudo o noivado é um ato sério. Os jovens crentes cuja fibra moral é alicerçada na palavra de Deus, não tomam atitudes irresponsáveis. O jovem deve saber que o noivado é a fase da decisão para o casamento.(O casamento mesmo é a fase da união).

 

 

O noivado é o compromisso social.Esse compromisso os jovens assumem diante de suas famílias. O noivado é também um compromisso moral, quando dois jovens crentes prometem unir seus sentimentos e propósitos para consuma-las no casamento.

 

O noivado além de ser um compromisso moral, é também um compromisso físico, mas somente após o casamento. O casamento envolve relações físicas para as quais exige-se fidelidade e respeito mútuo.Esse compromisso assumido no noivado não dá direito de posse do pretendente antes do casamento.Antes significa que o compromisso deve ser honrado por ambas as partes até o casamento.

Assim procedendo, não terão a acusação tormentosa da consciência.(Leia -1Cor10.31,32)

O noivado é um compromisso espiritual. Quando dois jovens resolvem casar-se assumem entre outras coisas compromisso com Deus. Não são dois jovens de sexos opostos que desejam um sentimento, mas são dois ideais que se unem para confirmar o ideal do matrimônio.

 

 SOBRE O CASAMENTO

 

Basicamente, o casamento é a união física e espiritual entre duas pessoas sexos opostos.Desse o ato resulta o lar, que é a mais antiga instituição conhecida da raça humana. Antes de qualquer organização política e social, ou da igreja ou da escola. Na verdade, todas as demais organizações surgiram desta primeira instituição: o lar. Portanto, o casamento não é meramente um contrato civil entre duas pessoas, mas uma instituição do Todo Poderoso, para o conforto e felicidade do gênero humano, e para o mais elevado propósito estabelecido: A perpetuação e a multiplicação da espécie humana. (Gn1.28)

 

             

PARTE II

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE NAMORO, NOIVADO E CASAMENTO.

 

1- COM QUE IDADE UM JOVEM PODE NAMORAR?

 

Assim que uma criança vai chegando a adolescência, começa se impulsionada pelos desejos da mocidade. Passa a ser influenciada pelos colegas; passa a pensar sobre namoro e até a inquietar-se; Passa a se preocupar sobre este assunto.Só que todos esses desejos de namorar pode ser controlado, se o jovem for convertido, gosta de ler a Bíblia e de participar de trabalhos da igreja. Também nesta faixa etária é indispensável uma orientação amigável e segura de alguém que tenha maturidade e experiência.

Quando o jovem deve começar a namorar?

1 - Quando ele tiver maturidade – personalidade formada

2 - Quando ele estiver preparado para enfrentar o casamento

3 – Quando ele for dirigido por Deus nesta direção

4 – Quando ele tiver Idade ideal para casar:

·        Rapaz – 24 a 26 anos

·        Moça – 19 a 22 anos

Quer dizer que o namoro pode ser iniciado aos dois anos antes, no máximo. 

 

2 – COM QUEM DEVO ME CASAR?

Eis a grande interrogação: Como encontrar a pessoa ideal? Que devo fazer?

 

a)   Espere o tempo de certo

b)   Não viva de sonhos dourados. A beleza é relativa, não pense só na beleza física.

c)   Busque uma pessoa que seja um verdadeiro cristão, no testemunho e no caráter.

d)   Busque alguém que se identifique com você. Cuidado com jugo desigual:

Idade – a diferença para mais deve ser do homem e não deve ultrapassar dez anos, é preciso ser compatível um com o outro.

e)   Não busque uma pessoa perfeita, ela não existe, busque alguém que te compreenda.

f)    Não entre em pânico, não entre em liquidação, valorize –se, não fique procurando namorado (a) a torto e a direito.

g)   Dialogue, troque idéias, procure conhecer outras pessoas.

h)   Deus tem o melhor para você, espere nele.

 

 

 

 

3 – COMO DESCOBRIR A VONTADE DE DEUS NO NAMORO?

 

a)   Deus se preocupa conosco em todas as esferas da vida, Ele se preocupa com casamento, por isso devemos buscar a sua vontade.

b)   Não namore antes de orar.

c)   Ore e espere.

d)   Dialogue com o desejado e orem juntos.

e)   A fase do namoro deve ser de diálogo e oração.

f)    Não faça comentários antes da certeza.

g)   A certeza só chega com a vontade de Deus.

h)   Deus pode falar de muitas maneiras (cuidado com os profetas casamenteiros)

A maneira mais pratica é quando as circunstancias passam a ser favoráveis e você passa a ter tranqüilidade total em relação à pessoa amada.

Ela passa a ser a única pessoa que preenche as lacunas do seu coração. Isto não deve ser paixão momentânea, mas um amor sólido.

i)     Quando se sentir tranqüilo e feliz espiritualmente e emocionalmente ao lado do seu (sua) namorado (a), a ponto de ser esta a única pessoa que te realiza em todos os aspectos. Aí pode ser um indício de que estás no rumo certo.

 

 4 – A QUEM DEVO CONSULTAR QUANDO PRECISAR DE UMA ORIENTAÇÃO SOBRE SEXO?

 

Eis um grande dilema! A quem consultar? Com quem conversar? Este realmente é um grande problema, pois o jovem convive com muitas pessoas e ouve de uma forma errada e imoral sobre estes assuntos. Precisa então de alguém que o oriente.

Deve procurar o Pastor, a esposa do Pastor, uma pessoa idônea, que tenha maturidade, ou os pais. Não procure qualquer pessoa, seja prudente. Não ande contando seus segredos para todo mundo por aí, ou conversando sobre sexo de forma pornográfica.

Tenha cuidado, não se corrompa, tenha cuidado também com os casamenteiros, profeteiros e conselheiros interesseiros que podem representar um perigo para o futuro.Busque a pessoa certa para te ajudar.Os pais devem orientar os filhos cuidadosamente. 

 

5 – QUE DEVO FAZER PARA O NAMORO PRODUZA EDIFICAÇÃO ESPIRITUAL PARA MIM E PARA MEU (MINHA) NAMORADO (A) ?

 

a) O namoro que busca edificação espiritual firma-se sobre o ideal do casamento.

b) Deve evitar certas intimidades físicas, para que não entristeça o Espírito de Deus.

c) Os jovens namorados devem orar juntos e compartilhar os seus ideais juntos.

d) Lembre-se que somos luz do mundo, e namoro do cristão é diferente do mundo.

e) Tudo o que o crente fizer deve glorificar a Deus, (1Cor 10.31) e com ordem e decência. (1Cor14.40).

 

 6- QUANDO DOIS JOVENS NOIVOS DEVEM E PODEM TORNAR-SE NOIVOS?

 

1- Quando estiverem certos de que estão na vontade de Deus.

2- Quando estiverem preparados psicologicamente para isto.

3- Quando estiverem se compreendendo razoavelmente. Com maturidade e firmeza.

 Nunca devem ser influenciados por terceiros.

4- Quando acertarem devidamente com os pais.

5- Quando estiverem na rota do casamento, isto é, logo após o noivado os jovens devem se preparar materialmente para o casamento. Após o noivado segue-se a fase da arrumação e sem muita demora deve vir o casamento.

 

 7 – QUANDO DOIS JOVENS NOIVOS DEVEM PENSAR NO CASAMENTO?

 

Desde o momento em que se tornam namorados. Mas o noivado não deve demorar muito. Não deve ultrapassar dois anos, por exemplo.O tempo de noivado deve ser preparação constante para o casamento. Mesmo que demore um pouco, mas não deve fugir do objetivo.

 

8- EXISTEM REGRAS PARA ORIENTAR O NAMORO DO JOVEM CRENTE?

 

(O namoro é a fase do conhecimento para o casamento)

Existem regras que nos orientam sobre tudo que fizemos.

O casamento foi instituído por Deus, e para que tudo seja feito certo, é preciso seguir as regras do Criador.

 

a)   O jovem cristão não deve namorar por passatempo.

b)   O jovem cristão não deve namorar descrente (2Cor6.14-18).

c)   Não deve namorar antes da maturidade: Espiritual, Psicológica e Física.

d)   Só deve namorar objetivo de casar-se.

e)   Deve ter cuidado com as intimidades – o namoro deve ter limite. (Em vez de intimidades, diálogos).

f)    As intimidades podem leva-lo á queda. Cuidado com a paixão carnal.

g)   O namoro do crente deve ser com conduta cristã, com responsabilidade e maturidade.

 

h)   Não passem muito tempo a sós. Evite o contato físico por muito tempo. Tenha muito cuidado nesta área.

 

9 – DOIS JOVENS PODEM CONVERSAR SOBRE SEXO?

Falar sobre sexo não é pecado, mas a fase do namoro é fase do conhecimento e de dialogo inicial. Esse assunto deve ser tratado com prudência e sabedoria no período de noivado quando estiverem próximos do casamento, para evitar que a conversa siga outra rota.

 

10- SERÁ QUE DEUS DESTINOU ALGUMA PESSOA PARA FICAR SEM CASAR?

 

É bom lembrar que não é obrigado alguém se casar, pois ninguém deve se precipitar e casar com qualquer um que aparecer.

Pode ser a vontade de Deus que alguém não se case. Jesus não se casou, apesar de ser um homem perfeito. Provável Paulo foi solteiro.

A Bíblia fala de Eunuco pelo reino de Deus, ou seja, alguém se abstém do casamento para dar todo seu tempo para Deus.

É bom esperar no Senhor, ter paciência e orar. Deus sabe o que é melhor para cada um de nós.

      

                                                 

PARTE III

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE OS DESEJOS DA MOCIDADE

 

1 – É PECADO TER IMPULSO SEXUAL?

 

Não! É claro que não.

O impulso sexual é a atração normal de um sexo pelo outro.É uma energia poderosa dentro do ser humano, porém não é pecaminoso, a não ser que seja corrompido. Foi Deus quem fez o sexo e nos fez com estes impulsos.

O adolescente começa sentir uma necessidade afetiva, ouve falar de namoro, passa a desejar fazer o mesmo; Passa a ter sonhos e ficar apaixonado, etc...

Tudo isto é normal em qualquer jovem, daí a necessidade de uma boa orientação.

 

2- O QUE FAZER PARA CONTROLAR OS NOSSOS IMPULSOS SEXUAIS?

 

Os impulsos sexuais precisam ser controlados. Paulo disse a Tímoteo: Foge dos desejos da mocidade. 2Tm2.22

Você precisa fazer alguma coisa:

 

Na área física

 

a)   Levanta-se cedo todos os dias. Faça alguns minutos de exercícios físicos. Movimente-se.

 

 

b)   Não dê comodidade demorada a seu corpo (dormir demais e ingerir alimentação muito forte constantemente produzem acúmulo de energia). De vez em quando se abstenha de alimentação.Faça um jejum.

 

c)   Procure uma ocupação e vença o pecado da preguiça – vença a ociosidade.

d)   Não dê ênfase a carne. Fuja dos pratos perigosos.

 

Na área sentimental

 

a)   Não deixe alimentar em você a idéia de que você não tiver relacionamento sexual terá problemas mentais. Não se preocupe, Deus providenciará tudo.Esse problema na verdade não existe.

b)   Tenha autocontrole (estar apaixonado, gamado ou louco por alguém pode ser apenas fruto de imaturidade).

c)   As más conversações corrompem os bons costumes.Fuja delas.

d)   Evite intimidade e aproximação demasiada com pessoa do sexo oposto. Não fiquem tempo a sós. Fuja das paixões carnais, pode te levar a perder o controle.

e)   Evite companheiro corrompido e imoral.

f)    Cuidado com roupas indecentes e gestos obscenos. Fuja disto.

g)   Fuja da má literatura e de filmes imorais.

h)   Cuidado com os pensamentos. Pense nas coisas que são de cima.

 

3- COMO VENCER A MASTURBAÇÃO?

 

Masturbação é a auto-satisfação sexual que pode levar a pessoa a um constante sentimento de culpa e principalmente a ser um viciado sexual.

Masturbação pode levar os jovens a ter problemas depois de casado.

O que fazer?

a)   Fuja da má literatura (fotografias imorais, etc...) más conversações, ambientes pecaminosos, etc...

b)   Pense positivamente. Fixe os pensamentos em coisas que edifiquem. Não se deixe levar pelos maus pensamentos.

c)   Não demore no banheiro. Entre cantando ou citando textos bíblicos de acordo com a Bíblia.

d)   Leia a Bíblia, Bons livros, ore, consagre, fale de Cristo e mantenha contato com pessoas que sejam verdadeiramente cristãs.

e)   Tenha consciência dos perigos da masturbação: (vícios, sentimentos de culpa, fraqueza espiritual, pecado de impureza, problemas após o casamento, etc...) e vença em nome de Cristo.

 

4- QUAIS OS PECADOS SEXUAIS MAIS PROXIMOS DOS JOVENS, E COMO VENCÊ-LOS?

 

Os jovens precisam fugir destes pecados que podem leva-los á queda fatal:

a)   Masturbação (já falamos sobre isto).

b)   Atos libidinosos (namoro sem disciplina, muito próximo da relação sexual).

c)   Prostituição (feminino) e fornicação (masculino) sexo antes do casamento. Lembre-se, seu corpo é Templo do Espírito Santo.

d)   Taras (desejo sexual anormal) deixem o Espirito Santo dominar sua vida.

 

e)   Precisamos combater com firmeza o homossexualismo, pois hoje já é visto como coisa social, mas Deus o condena.(Rm1.27;Lv18.22).Existem muitos pecados sexuais, mas o jovem crente deve vence-los em nome de Cristo.

 

 

5- O FLERTE É PECADO?

 

O flerte é um namoro irresponsável e descomprometido. É não respeitar o sentimento dos outros; É pecado, pois a Bíblia diz: Fazer tudo para a Gloria de Deus.(1Cor10.31) ( Flerte Glorifica a Deus) leia também (Fl4.8; Cl3.17).

Fuja deste tipo de exploração.Não se deixe levar pelos desejos da mocidade, pois você poderá criar um lar doente e problemático.

Não brinque com coisas sérias, não vivas de momento. Não seja lascivo (um conquistador malicioso e enganador). Deus não se agradará disso.

Não se levar por conversas enganosas ou olhares lascivos.Tenha personalidade firme.

Entregue tudo a Deus.Ele cuidará de você. É necessário que os rapazes respeitem os sentimentos das senhoritas, tenha moral e se comportem como servos de Deus, bem como as moças precisam se impor e se valorizarem para que não vivam de mão em mão, namorado em namorado, de paquera em paquera e destruam seu futuro moral, espiritual e sentimental.

 

6- ATÉ ONDE O BEIJO É PECAMINOSO?

 

Em nenhum lugar da Bíblia você encontrará o beijo como pecado, mas tudo com ordem e descencia. O beijo na boca, por exemplo, quando muito demorado pode levar o jovem a uma excitação carnal a ponto de não poder resistir aos impulsos sexuais que se seguirão.

Sendo assim o jovem cristão deve ter muito cuidado nas intimidades do namoro, pois há uma seqüência bastante perigosa.

Começa com carinho, depois vem a intimidade, em seguida vem às carícias, depois as resistências são quebradas e vem à permissividade total, para em seguida vir a fornificação e prostituição. Por isso é necessário ter limites.

O rapaz é sempre mais impulsivo enquanto na maioria das vezes as moças são mais rápidas em adicionar o sinal a Pare, em determinar limites. Nos dias atuais já há moças que forçam mais a barra do que os rapazes.

Se houver temor a Deus a direção do Espirito Santo, certamente há de haver um limite.

Diante do exposto, respondendo a questão do beijo.Em si ele não é pecado, mas aproxima as pessoas do pecado, incitando-os sexualmente.

 

CONCLUINDO

 

Minha oração acerca desta apostila não poderá ser outra: Que haja por parte dos leitores, principalmente os jovens, uma apropriação das diretrizes bíblicas apresentadas, com vista a uma dentro da vontade do nosso Eterno Pai.

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode